Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Notícias > Estudante do câmpus Suzano é selecionado para bolsa de estudos nos Estados Unidos
Início do conteúdo da página
Notícias

Estudante do câmpus Suzano é selecionado para bolsa de estudos nos Estados Unidos

Publicado: Sexta, 29 de Março de 2019, 14h28 | Acessos: 493

 

Estudar no exterior pode não ser um sonho tão distante quando há dFebrace 2019edicação, oportunidade e força de vontade. Foi assim que o estudante Davi Hassan Ferreira Evangelista, do 3º ano do curso Técnico em Química Integrado ao Ensino Médio do Câmpus Suzano/IFSP conquistou uma bolsa de estudos para o curso de verão da Yale Young Global Scholars (YYGS), nos Estados Unidos. Durante um período de cerca de três semanas, entre julho e agosto deste ano, Davi vai frequentar o curso de Ciências Biológicas e Biomédicas na renomada Universidade de Yale.

Com 17 anos de idade, Davi Hassan sempre sonhou em estudar no exterior, por isso seus pais o incentivaram a estudar inglês desde os sete anos. “Não foi fácil, pois houve momentos em que eles não podiam pagar, mas nunca deixaram de me apoiar nos estudos. Minha mãe dizia que a educação é um caminho transformador e eu acredito nisso”, enfatiza.

No Câmpus Suzano, o estudante procurou se envolver nas atividades extra-curriculares, além de pesquisa e extensão. “Todo estudante pode buscar formas de participar de projetos na escola. O IFSP me deu oportunidades de fazer pesquisa e os professores te incentivam em tudo que é possível para o seu crescimento, abrindo oportunidades de investir nisso, como as professoras do grupo de pesquisa que participo fizeram”, explica.

Davi Hassan também comentou a importância do incentivo à ciência e à pesquisa aos estudantes de Ensino Médio: “É muito importante a participação e o incentivo na nossa idade. Os jovens começam a perceber que não é impossível realizar sonhos, desde que haja apoio, tempo e dedicação. O que as instituições estrangeiras que oferecem bolsas querem é dar oportunidades a jovens dinâmicos, que tenham iniciativa, não só na escola, mas também na comunidade em que estão inseridos”, comenta.

O estudante também foi selecionado no programa  de verão da Wake Forest University, para o curso de Ciências Biomédicas, do Instituto de Biociências e Engenharia. “Eles me ofereceram uma bolsa parcial, mas não cobria os custos e eu não poderia arcar com o restante das despesas. Já para o curso de Yale, a bolsa cobre quase 90% dos custos da viagem e dos estudos”, comemora.

Envolvido com a pesquisa

plástico da bananaO estudante faz parte de grupo de pesquisa no câmpus Suzano e recentemente teve um projeto do qual participa escolhido como finalista da Febrace 2019. A pesquisa com o título "Produção de biopolímeros à base da casca da banana (Musa spp.)", foi selecionado na Sub-categoria: Ciência e Tecnologia de Alimentos na edição 2019 da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia.  

A pesquisa foi desenvolvida juntamente com os alunos do curso Técnico em Química, Gabrielle dos Santos Carvalho, Maria Luana Bueno Sá, orientados pelas professoras Debora Ayame Higuchi e Maria Raquel Manhani. Os estudantes realizaram um estudo inovador com o intuito de utilizar a casca da banana como uma alternativa ecológica à problemática dos plásticos derivados de petróleo, como o poliestireno expandido, e filmes plásticos utilizados na embalagem de alimentos, além de outros. Desenvolveu-se então diferentes metodologias para a produção de bioplásticos com diferentes aplicações. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página